Pré-monetização: Quanto Podemos Ganhar com Blogs?

modulo monetizacaoA primeira das 3 etapas da monetização de um blog é a Pré-monetização. A lógica que justifica a obrigatoriedade da pré-monetização do blog é simples. Vamos fazer o caminho inverso: o objetivo é monetizar o blog. A monetização não é possível sem tráfego. O tráfego não é possível sem conteúdo e lista. Você não poderá escrever conteúdo sem conhecimento. Você não pode adquirir conhecimento sem definir um âmbito (um nicho) de estudo, caso contrário não será bom em nada. Finalmente, de que adiantaria todo esse trabalho se não existirem formas de monetização para o nicho que você escolheu? As etapas da pré-monetização são crucias para garantir a viabilidade da rentabilização do blog.

 

pre monetizacao rentabilizacao blogs

 

Blogueiros iniciantes cometem o erro crasso de pensar que ganharão dinheiro com blogs sem trabalhar, sem dedicar tempo para o blog, sem definir o nicho do blog, sem adquirir conhecimento desse nicho, sem escrever conteúdo, sem estabelecer um fluxo constante de tráfego para o blog e, principalmente, sem construir uma lista e relacionar-se com ela. Essa ingenuidade é compreensível e decorre basicamente da falta de conhecimento, um problema remediável mesmo a curto prazo. Esta é a primeira lição sobre monetização de blogs: cair na real e começar a ler sobre criação de blogs e Marketing Digital.

 

AS ETAPAS DA PRÉ-MONETIZAÇÃO DE BLOGS

A pré-monetização demora de 6 a 12 meses ou mais, dependendo do estado de maturação do candidato a blogueiro. Essa etapa é voluntária e não-remunerada. Nesse período o blogueiro não gerará renda com seu blog ou gerará muito pouca renda. Veja abaixo as etapas da pré-monetização.

 

pre-monetizacao blogs

 

1. LEVANTAMENTO E SELEÇÃO DAS OPÇÕES DE MONETIZAÇÃO

Comece listando as possibilidades de monetização. A escolha dos métodos de geração de renda devem assegurar a viabilidade da rentabilização, isto é, a garantia da existência de técnicas de monetização que se adequem ao nicho que será escolhido. Você vai usar Google Adsense? Afiliados? Criar seu produto? Vender produtos de outros? Arrendar espaço publicitário? Com o tempo essas opções mudam e outras são acrescentadas, o importante é saber o que tem à disposição.

 

2. DEFINIÇÃO E DELIMITAÇÃO DO NICHO

Defina o nicho do blog preferencialmente (mas não obrigatoriamente) de acordo com as opções de monetização escolhidas. O nicho constitui a raiz do blog. Quanto mais rentável for o nicho, melhor; quanto menos concorrentes existirem no nicho, melhor; quanto mais específico o nicho for, melhor; quanto mais próximo o nicho estiver dos gostos e das vocações do blogueiromelhor.

 

3. AQUISIÇÃO DE CONHECIMENTO DENTRO DO NICHO

O conhecimento que você precisa adquirir está à distância de uma busca no Google. O estudo demandará algum tempo de pesquisa e dedicação. Preguiça mental e autovitimização não são toleráveis nesse período (nem em período algum de sua vida). Talvez você precisará investir algum dinheiro em sua aprendizagem. A decisão é sua. Mas lembre-se de uma coisa: tempo é sempre mais importante do que dinheiro!

 


 

4. GERAÇÃO DE CONTEÚDO

Depois que o blogueiro definir sobre o que ele vai escrever, ele deverá gerar conteúdo original, de qualidade e com regularidade dentro do nicho escolhido. Por “original” entenda-se “não-plágio“. Por “qualidade” entenda-se “é útil ou resolve problemas do leitor“.

Quando for gerar conteúdo, seja escrito ou audiovisual, deve-se ter em mente que um blog não é concebido pensando em ganhar dinheiro, mas, precipuamente, em ajudar a resolver os problemas das pessoas. O melhor conteúdo é aquele que narra como você fez para achar uma solução prática para um problema que você mesmo tinha dentro do nicho.

Os artigos devem ser escritos com regularidade diária (sugestão para a maioria dos blogs), mas três por semanas já é aceitável. Blogueiros em tempo parcial terão dificuldades com essa meta. Grandes blogs chegam a atualizar seu conteúdo 300 vezes por mês, o que certamente não será seu caso.

Não se preocupe com a falta de ideias, preocupe-se mais com o overload de informação.

 

5. GERAÇÃO DE TRÁFEGO

A indexação do conteúdo nos mecanismos de busca e as conexões criadas na blogosfera no período da pré-monetização irão, pela própria mecânica da Internet, trazer tráfego para o blog e credibilidade para o blogueiro. Certamente, um trabalho de SEO será necessário. Não se preocupe com isso. SEO é mais hábito do que técnica e, pelo menos o SEO on-page, você resolve com o plugin WordPress SEO da Yoast e alguma noção de estratégia de palavrras-chave (no ebook grátis você encontra). Parcerias, comentários, guests posts, diversificação de conteúdo (vídeos, podcasts, etc) são algumas ideias para intensificar o tráfego. Coloque a cuca para funcionar e encontre fontes novas de tráfego. Não há regras aqui.

 

ARMADILHAS PSICOLÓGICAS DA PRÉ-MONETIZAÇÃO

Two Bloggers, after Norman Rockwell
Photo Credit: Mike Licht via Compfight

A pré-monetização é um período sensível onde o blogueiro pode sentir ansiedade, ausência de rumo e desmotivação pelos poucos ganhos ou por supostos prejuízos. Além do mais, se ele não souber definir satisfatoriamente seu  nicho, poderá ficar desnorteado e improdutivo.

 

VOCÊ VAI PRECISAR TER PACIÊNCIA E PERSISTÊNCIA

Amadurecimento mental é mais importante do que dinheiro. Tanto a desmotivação, quanto o desnorteio podem levar o blogueiro à desistência. Se ele estiver despreparado psicologicamente e alienado a respeito de trabalho e tempo, será uma presa fácil do desânimo.Um candidato inflexível a mudanças e suscetível a rancores por causa dos fracassos intermediários poderá ficar embotado e rejeitar permanentemente a possibilidade de sucesso em monetizar seu blog.

ESCUTE OS MAIS VELHOS. Ter opinião própria e saber considerar os conselhos dos outros blogueiros (mesmo que discorde) é essencial. Prepare-se para renovar a maneira como você pensa, sente e age.

ORGANIZAÇÃO NÃO É ACESSÓRIO. Aderir a um bom método de produtividade (como o GTD ou A Tríade do Tempo) é essencial. Se você ainda não aprendeu o valor de escrever seus objetivos e metas, faça-o já!

 

UMA PRÉ-MONETIZAÇÃO DE SUCESSO

Ao final da pré-monetização, você terá escrito entre 150 e 300 artigos originais e relevantes dentro do nicho e também terá alcançado um tráfego permanente de 1.000 e 3.000 visitas diárias, além de ter obtido know-how no nicho (know-how gera conteúdo relevante!).  Esses números, contudo, dependem muito do nicho escolhido, do relacionamento com a lista de assinantes e do investimento em geração de tráfego. Outros fatores que influenciam nessa relação é um bom trabalho de SEO, comentários em blogs similares e diversificação do contéudo.

Um blog como o DivulgarDinheiro, por exemplo, não geraria mais do que 200 visitas diárias com apenas 150 artigos publicados, alguns vídeos no Youtube e nenhum investimento feito em geração de tráfego. Nessas condições, você não faria nem U$ 100 por mês com Adsense. Se suas situação for similar, considere tentar outra forma de monetização.

 

email marketing bonecoA LISTA É PRÉ-PRÉ-MONETIZAÇÃO

O  tamanho e o relacionamento com a lista interferem diretamente no tráfego por causa da taxa de abertura dos emails enviados e dos cliques nos links dos emails. A dica forte aqui é “comece a construir sua lista no primeiro artigo publicado“.

Eu estou criando um lista profissional no Mailchimp e anda não desembolsei um centavo com isso, pois o serviço é grátis até 2.000 assinantes. O Aweber e o KlickMail, do badaladíssimo Erico Costa, são duas outras opções. Aconselho você a fazer o tour grátis apresentado na página de vendas do KlickMail. É um supertutorial de Email Marketing de 36 minutos.

Finalizada a pré-monetização, você iniciará o exercício efetivo de “blogueiro monetizador” e poderá começar a rentabilizar o conteúdo com base no público-alvo que você conquistou.

 

QUANTO DINHEIRO PODEMOS GANHAR COM BLOGS

O problogger Paulo Faustino, da Escola Dinheiro, noticiou na palestra Monetização de Sites e Blogs (fevereiro de 2011), que a média geral dos ganhos dos blogueiros gira em torno de U$ 42.000,00 por ano. Um blogueiro de meio período (part-time) ganha em torno de U$ 14.000,00 por ano. Um blogueiro profissional (full-time) recebe em torno de U$ 122.000,00 por ano. Os ganhos possuem uma relação direta com a quantidade e qualidade dos artigos e, por corolário, com o volume de tráfego do blog.

Celso Lemes, do Criar Sites, um dos raros probloggers que divulgam suas rendas, recebeu em média R$ 13.000,00 por mês no trimestre nov/11, dez/11, jan/12.

A título de curiosidade, Paulo Faustino arrolou ainda os valores de venda de alguns blogs famosos: Blog Oh Blog (U$ 10.000,00), JohnCow (U$ 50.000,00), Bankaholic (U$ 15.000.000,00 – isso mesmo, 15 milhões de dólares!).

 

BLOG QUE GERA DINHEIRO: VOCÊ AGORA É PAPAI!

bebê mao arroba

Diferentemente dos blogs sem fins lucrativos, blogs monetizados devem ser levados a sério e tratados como um negócio legítimo. Quem se aventura nesse âmbito de geração de renda na Internet, deve cuidar de seu blog como se ele fosse um filho, ou pelo menos uma empresa. E ele é. Antes de ser um renda extra, blog é um trabalho extra, com o diferencial (vantagem) de que se realiza na frente de uma tela de computador. Mas se você deseja ganhar dinheiro sério, deve também trabalhar sério.

 

ADQUIRA COMPETÊNCIAS

Uma criança precisa ser cuidada e alimentada. Um blog profissional também. São necessárias determinadas competências para ser pai ou mãe. O mesmo vale para o blog. Se você não carrega as competências para construir e manter seu blog profissional, deve primeiro adquiri-las. A aquisição das competência ocorre na prática, assim como quando nos tornamos pais. Como foi dito, o conhecimento está à distância de uma consulta nos mecanismos de busca. O know-how de que você necessita é finito e depende somente de um pouco de dedicação em absorvê-lo.

 

TEMPO E TRABALHO SERÃO SOLICITADOS

Quando você cuida de seu filho, você consome tempo para realizar tarefas que o mantêm saudável e feliz (alimentar, limpar e cuidar). Os blogs também requerem a manutenção de diversas ações que o sustentam: geração e publicação de conteúdo, divulgação em redes sociais, gerenciamento dos comentários, comunicação com os leitores, análises estatísticas, modernização, email marketing, etc. Todas essas ações solicitarão doação de tempo e de trabalho de sua parte. Cuide de seu filho e vê-lo-á crescer. Cuide de seu blog e vê-lo-á render. Simples assim.

 

LEVE SEU BLOG A SÉRIO

Se pretende ganhar dinheiro com blogs e presume que isso seja um passatempo, melhor pensar de novo. As empresas tradicionais percebem a supremacia do conteúdo na Internet e a segmentação natural que esse conteúdo realiza. Nós, blogueiros, detemos esse conteúdo. Se você compreender desde já que deve desenvolver seu blog com a seriedade de um pai, não faltarão oportunidades para você ganhar muito dinheiro com seu amado blog. Lembre-se: cuidar de um filho não é passatempo; cuidar de um blog, também não.

Até a próxima!

 


GRÁTIS! ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis de Marketing Digital e geração de renda pela Web (é grátis)!

Powered by Subscribers Magnet

12 Responses to Pré-monetização: Quanto Podemos Ganhar com Blogs?

  1. Parabéns Valter como sempre, mais um excelente artigo. Não que queira me gabar, mas meu blog tem uma media de 200 visitas diárias com menos de 100 artigos (96 para ser mais exato), vale lembrar que não uso nem uma forma de divulgação paga e ainda não tenho videos no youtube, só que recentemente comecei a monetiza-lo. Na sua opinião isso é benéfico? Estou no caminho certo?

    Sucesso amigo.

    • Valter Sousa disse:

      Olá, Gênnesy. Obrigado pelo comentário. O seu blog é bem similar ao meu e os valores de tráfego que você assinalou são esses mesmos para nichos concorridos como o nosso (ganhar dinheiro na Internet e Internet Marketing). Nessa situação, monetizar o blog não é benéfico, nem maléfico. É provável que você não consiga nem U$ 100 por mês com Adsense. Talvez por bimestre.

      Alguns grandes blogueiros, como o Anderson Chipak, recomendam obter alguns milhares de visitas diárias antes de começar a usar o Adsense, preferindo um programa de afiliados para monetizar. Na prática, eu percebi que nem isso vende muito com 200 visitas diárias. Sendo assim, é melhor neste momento focar na fidelização de seus leitores, caprichar no conteúdo e aumentar a lista.

      A lista é o trunfo! Quem está ganhando mais dinheiro são os caras que se relacionam bem com a lista. Você conhece seus leitores? Do que eles precisam? Quem são eles? Já pensou em criar um produto para vender para eles? Já enviou uma pesquisa para sua lista? As respostas a essas perguntas vão dar novo direcionamento pro seu blog e para sua carreira de blogueiro.

      Mas e aí? Monetiza? Monetiza! Cuidado apenas para não chatear sua lista.

      A recomendação que dou a você, Gênnesy, é a que eu abracei para mim mesmo: faça cursos, invista em você. Tenha novas perspectivas. Recomendo Gustavo Freitas, Jonathan Taioba e o mestre dele, Samuel Pereira.

  2. Denilson disse:

    Valter
    Que artigo excelente. Realmente, você é um excelente escritor. Embora, o artigo seja extenso, mesmo assim, não ficou cansativo e li inteiramente com toda atenção.
    O meu blog estou ficando bastante contente, pois o tráfego tem aumentado consideravelmente, havendo picos de mais de 500 acessos diários, sem qualquer investimento em propaganda.
    Creio estar fazendo o trabalho certo.
    Sinceramente, ainda não penso em monetização de forma regular. Tenho vendido alguns produtos digitais de forma esporádica e por enquanto isto tem me motivado, mas ainda desejo aumentar a minha lista, o tráfego para após isto, pensar realmente, em ganhar dinheiro.
    Sucesso.

    • Valter Sousa disse:

      Olá, Denilson. Obrigado pelo comentário e pelo elogio. Uma de minhas táticas é sempre repassar o que aprendi para frente. Isso gera bom conteúdo. Seu tráfego está muito bom e creio que seja por causa do nicho diferenciado que você escolheu (seguro desemprego). Vejo que você já investiu em alguns cursos, uma atitude que recomendo, antes mesmo de se pensar em investir em tráfego a esmo por aí.

      Agora você tocou num ponto fundamental: a lista. Sua lista é sua vida e você deve tratá-la a pão-de-ló. Se você ainda não enviou pesquisa para sua lista, faça-o. Descubra o que seus leitores precisam e comece a gerar conteúdo de acordo com as necessidades deles. Certamente isso vai te ajudar a decidir qual a melhor forma de monetizar seu blog e, também, vai lhe fornecer ideias para criar um futuro produto.

  3. Jose Valderi disse:

    Muito bom seu artigo Valter realmente são dicas valiosas que ,colocando em prática e acreditando no nosso potencial conseguimos chegar no topo. Abraço!

  4. Paulo disse:

    Concordo com o que vc diz, mas acho estranho que existem alguns blogueiros famosos e aclamados, e outros nem tanto, que fazem artigos minúsculos, textos que não ajudam ninguém e mesmo assim ganham dinheiro.
    Pelo menos é o que dizem.

    Eles ainda colocam propaganda no meio do texto querendo nos empurrar cursos de R$80,00, R$100,00, R$200,00…

    Estou na lista do autoresponder de um famoso blogueiro(que certamente vc admira. Não vou dizer o nome), e tudo o que ele faz é enviar sugestão de cursos pagos. A mesma coisa que ele faz no blog.

    • Valter Sousa disse:

      Olá, Paulo. Obrigado pelo comentário. A situação atual do nicho “ganhar dinheiro na Internet” empurra os noviços para uma trilha empírica, onde o cara tem que aprender pela experiência. Há informação demais e a maior parte dos candidatos não conseguem ganhar dinheiro na Internet. A saída que os novos blogueiros encontram é se espelharem nos outros e, já que há gente tendo resultados comprovados seguindo esse método (empurrar produtos pra lista), é natural que essa prática se multiplique. Aliás, o caminho é oferecer produtos para lista, mas de forma elegante. O mais importante é o conteúdo útil e relevante e, se o cara não seguir essa regra, vai detonar sua lista.

      Blogueiros que fazem o que você disse acima não conseguirão manter suas vendas por muito tempo, pois as pessoas não são tolas. Elas podem, no início, até cair no apelo emocional e no poder de persuasão do “guru” (há quem use essa tática para o mal), mas a ausência de resultados no lado do aluno vai mostrar a realidade.

      Duvido muito que eu admire esse famoso blogueiro a que você aludiu em seu comentário. Quanto aos banners no meio dos artigos, estou executando minha própria análise e os resultados são horríveis até o momento. Você acertou em criticar esse ponto.

  5. Carlos Amorim disse:

    Ótimo texto, um grande alerta para os iniciantes nessa tarefa, como eu, que acha que é só criar o blog com uma boa palavra-chave, gastar muita grana com o Google e ficar recebendo dinheiro no piloto automático, como muitos dizem.

    • Valter Sousa disse:

      Olá, Carlos. Obrigado pelo comentário. Realmente ganhar dinheiro na Web não é tão fácil como pintam por aí. Mas é possível sim automatizar o processo. Só que isso demanda tempo e estudo. É necessário algum investimento em cursos profissionalizantes em Marketing Digital para se ter um direcionamento correto nessa aventura. Persistir também é aconselhável.

  6. Muito bem explicdo novamente, estou gostando muito e ao mesmo tempo pegndo uma nova consciência do que é realmente um blog e como faze-lo da melhor forma possível, obrigado mais uma vez pelas dicas relevantes ao meu interesse!! vlw :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>