Divulgação grátis com sites de autosurf: a verdade

modulo marketingBem, coforme prometido, segue uma análise com o Google Analytics sobre divulgação grátis com sites de autosurfs.

Se você não saca bulhufas de análise de tráfego, acesse primeiro nosso post “Visitantes, visitas, pageviews… ufa!“, para aprender alguns conceitos.

Escolhemos um autosurf bastante conhecido dos divulgadores sem grana. Compramos 100.000 créditos e adicionamos a um de nossos sites, fazendo medição durante uma semana. Os dados da medição da semana com autosurf foram contrastados com os dados da medição de uma semana normal. Eis os dados colhidos:

Contraste autosurf e normal

Dados do Google Analytics

1ª Inferência. A quantidade de surfistas ativos limita-se pela insatisfação dos usuários. Pela tabela acima, a quantidade de surfistas ativos é de algumas centenas. Fazendo a subtração entre a quantidade de visitantes únicos da semana de autosurf e a quantidade de visitantes únicos da semana normal, chegamos ao valor em torno de 600 surfistas ativos no período.  Este valor não reflete a quantidade de usuários cadastrados no autosurf, mas informa quantos se interessam em surfar, e isto é o que conta. O que queremos chamar a atenção é que muitas vezes achamos que os sites de autosurfs são acessados por milhares ou dezenas de milhares de usuários, quando na verdade a quantidade de integrantes pode ser forçada a permanecer em determinado limite devido ao fato de que muitos autossurfistas deixam de utilizar o serviço após perceberem que a eficiência não era a esperada.

 


 

2ª Inferência. O autosurf se restringe à página inicial do site. Veja nas duas tabelas comparativas abaixo extraídas de relatórios do Analytics. Na primeira tabela (semana normal) as visualisações do conteúdo do site se estendem de forma mais esparsa. Observe que a página inicial ficou com cerca da metade das visualizações, enquanto que a segunda página teve ao menos 10% das visualizações.

visão global de conteúdo na semana normal

Visão global do conteúdo. Semana normal

Quanto à semana de autosurf, vemos na tabela abaixo que praticamente 100% das visualizações se concentraram na página inicial do site. Veja que as demais páginas do site não atingiram sequer o irrisório valor de 0,4% do total de visualizações.

visão global de conteúdo na semana de autosurf

Visão global de conteúdo. Semana de autosurf.

A conclusão é óbvia: a página inicial do site é mostrada (mas nem sempre vista), contudo o site não é efetivamente visitado em profundidade. Nada garante que o usuário do sistema esteja à frente da máquina enquanto um autosurf roda.

 


 

3ª Inferência. O tempo médio de uma visita é insano. Voltando à primeira tabela, observe que o tempo médio de uma visita no site mostra o esdrúxulo valor de 1 hora e 4 minutos. Ora, se na semana normal esse valor é de apenas 4 minutos, como se explica isso? É claro que seria excelente que um usário ficasse uma hora visitando meu site. No entanto, conforme foi dito acima, as visualizações se concentraram integralmente na página inicial do site.  Assim é de se concluir que o tempo médio no site é na verdade o tempo médio na página inicial do site. Para que um usuário ficaria 1 hora olhando a mesma página inicial? A resposta é: ele não fica olhando!

Contraste autosurf e normal

Dados do Google Analytics

O segredo está no modo como o Google Analytics define o tempo de visita. Se você leu nosso artigo sobre conceitos do Analytics, lembrará que será considerada nova visita a uma mesma página somente se o usuário demorar 30 minutos ou mais para acessá-la novamente após tê-la fechado ou deixado a página inativa. O que acontece no autosurf é que a mesma página inicial é visualizada várias vezes em períodos muito curtos, impossibilitando o registro de nova sessão (visita) na contagem do Google Analytics. Observe no campo “Visualizações/Visita” na tabela acima que, durante o tempo de uma visita, a mesma página inicial é visualizada mais de 30 vezes no período de 1 hora da visita.  O que dá cerca de uma surfada na mesma página inicial a cada dois minutos. Isso só pode significar uma coisa: o algoritmo do site de autosurf se esforça bastante para que seus créditos escoem rapidamente.

 


 

Conclusões. A principal conclusão é a que todo autossurfista já sabe: o usuário de site de autosurf deixa o surf rolando e vai fazer outra coisa. A eficácia é mínima. Da mesma forma que o surfista ganha créditos sem realmente visitar os sites dos outros, os outros escoam seus créditos sem realmente visitar o seu site. Os acessos ao seu site, embora numerosos, são ilusórios.

A divulgação grátis com sites de autosurf é uma boa opção para quem está começando sua jornada no caminho do “divulgue sem pagar”, no entanto não deve ser uma estratégia de divulgação que deva consumir muito tempo do usuário. Conheça-o, use-o, mas não se iluda despendendo tempo demais com ele; não passe a vida surfando e achando que isso vai lhe trazer tráfego em quantidade e qualidade. Há formas de divulgação grátis mais proveitosas.

Sugestão do DivulgaçãoGrátis.com: a forma mais inteligente de utilizar o autosurf é comprando créditos e espaços de banners. Geralmente o investimento é bastante baixo. Dessas duas formas, a divulgação com banners é a que traz mais visitas qualificadas, já que pressupõe a ação do usuário, enquanto que os créditos comprados costumam escoar sem que o usuário sequer veja seu site. Uma outra dica é você verificar se o autosurf oferece créditos ganhos por clicar em links e banners (CliquePago ou CliqueGanhe), pois esta é uma forma de evitar que você fique perdendo tempo surfando para ganhar uma certa quantidade de créditos. Nunca se esqueça: seu tempo é precioso. Utilize-o de forma sábia.

3 Autosurfs Indicados:

  • AkiTem
  • SurfeDivulgue
  • AutoTráfego

Os dois primeiros são com CliquePago ou CliqueGanhe.

 


Share Button

Valter Sousa

Valter Sousa é Internet Marketer e blogueiro. Trabalha como funcionário público em Brasília. Cursou Ciências da Computação pela UnB. Desenvolve blogs, programas de afiliados, MMN e Internet Marketing. Baixe grátis ebook ilustrado Internet Marketing em 8 Passos.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInYouTube